Notícias


16 de outubro de 2020

Reforma Tributária: Votação na comissão mista deve ocorrer até 10 de dezembro

 

A proposta pode ser aprovada pelo órgão e votada no plenário da Câmara até o fim do ano.

Durante evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), o senador Roberto Rocha disse que até 10 de dezembro a reforma tributária será votada na comissão mista do Congresso que examina o tema.

O parlamentar preside o colegiado e, segundo ele, o prazo final para votar a matéria venceria ontem, mas foi renovado.

“Até 10 de dezembro, o parecer do relator será votado na comissão”, afirmou. Rocha acredita que será possível votar a reforma no plenário da Câmara ainda este ano, porque há mais engajamento naquela Casa. O senador reconheceu que é preciso cuidado na reforma. “Temos que apontar a direção e dar um passo. O tema que está mais ‘nervoso’ é desoneração da folha. O setor de serviços está nervoso com isso por conta do IVA (Imposto sobre Valor Agregado), que aumenta a carga tributária (do setor)”, ressaltou.

Carga
Presente no mesmo evento, o relator da proposta, deputado federal Aguinaldo Ribeiro, disse que a reforma não poderá aumentar a carga tributária.

“A garantia de que a carga não vai subir estará no primeiro capítulo do substitutivo da matéria”, assegurou.

Ele garantiu, ainda, que não pretende fatiar a proposta, mas apresentar um único texto.

“O melhor é que seja simples, e que na simplicidade traga a garantia de que não vai ter cavalo de pau no sistema. Não vamos ter dois sistemas funcionando. Vamos ter um sistema só”, explicou.

Transações eletrônicas
Sobre a nova CPMF, o novo imposto sobre transações eletrônicas que o governo quer emplacar, o deputado disse que, no texto substitutivo, está trabalhando o tributo como IVA 5.0.

“Temos que ir para além do que não existia no mundo. Por isso, estamos falando em IVA 5.0 para tratar de todas transações do mundo digital”, explicou.

O senador Roberto Rocha, por sua vez, defendeu que a cobrança de um imposto sobre transações eletrônicas, ponto mais polêmico das discussões, aconteça em apenas uma ponta, o que levantaria uma arrecadação de R$ 60 bilhões, e seja temporária.

A arrecadação com a chamado “nova CPMF” permitiria reduzir a tributação da folha salarial das empresas de 20% para 14%, observou Rocha.

Insegurança
O presidente da comissão mista disse, ainda, que a necessidade da reforma tributária nasce da inevitabilidade de melhorar o ambiente de negócios no país.

“O Brasil, da Constituinte até 2016, editou e publicou 5,4 milhões de normas tributárias entre federais, estaduais e municipais. Como pode ter segurança jurídica? Esse ambiente de negócios não funciona. Daí nasce a necessidade da reforma tributária”, afirmou.

Roberto Rocha também deixou claro que a reforma vem para privilegiar o emprego formal, com carteira assinada, e reforçou que, no primeiro momento, não é possível nem aumentar, nem diminuir a carga tributária.

“A gente não quer reforma tributária para o governo, a gente quer reforma tributária para o país”, afirmou.

Fonte: Portal Contábeis

Aniversariantes do mês


julho 2021

  • 01.  IRENE VARELA DE SOUZA
  • 01.  FRANCISCO VIEIRA DA CAMARA
  • 02.  MARIA CICERA DOS SANTOS
  • 02.  PAULA FRANCINETE DA SILVEIRA AMORIM
  • 02.  VERA LUCIA FERREIRA DA C. GRANDI
  • 02.  MARIA GLORIA GOMES COELHO
  • 03.  JOSE JACINTO DE FONTES
  • 03.  ZULEIDE DE SA LEITAO PINHEIRO
  • 03.  NAIR BARBALHO COUTINHO
  • 03.  PAULO DE FREITAS TARGINO
  • 03.  CRISTOVAO LINDENBERG
  • 04.  ANTONIO BORGES DE ANDRADE
  • 05.  ANA PAULA CERQUINHO BEZERRA
  • 05.  JOAO BATISTA CARRILHO DE OLIVEIRA
  • 05.  FRANCISCO DAS CHAGAS BASILIO
  • 05.  FRANCISCO DE ASSIS BANDEIRA
  • 06.  MARIA JANETE PAULO DE SIQUEIRA
  • 06.  MANOEL RODRIGUES DE FARIAS
  • 07.  JOSE PAULO FERREIRA
  • 07.  VALMIR MARTINS DA SILVA
  • 07.  JOAO MEIRA DE SOUZA
  • 08.  JOSE HERIBERTO DOS SANTOS
  • 08.  RIVALDO JOSE MENINO PENHA
  • 09.  GLAYDSON SOARES DE QUEIROGA
  • 09.  ELSON FREITAS ROCHA
  • 09.  MARIA ISAURA DE JESUS ROCHA
  • 09.  ANTONIO KLEBER DA SILVA PEREIRA
  • 10.  CELINA TRINDADE CABRAL FAGUNDES
  • 10.  RANIERI DE AZEVEDO HENRIQUES
  • 11.  LUIZ DUARTE FILHO
  • 11.  GILSON LUIZ DA SILVA
  • 11.  RAIMUNDO NONATO PESSOA FERNANDES
  • 11.  ANIF NASSER DE SOUZA LIMA
  • 12.  RENY MOUSINHO DE MEDEIROS
  • 12.  CARLOS FELIPE MONTENEGRO DE MEDEIROS
  • 12.  GILBELMAR PEREIRA DE MACEDO
  • 12.  IVANILSON DOS SANTOS MARTINS
  • 12.  NADEGE BARROS RODRIGUES
  • 13.  MARIO LUCENA DE MEDEIROS
  • 14.  MARIA DAS DORES PIMENTEL DE SOUZA
  • 15.  CARMELITA CAVALCANTI BARROS
  • 15.  MARGARIDA DA ESCOSSIA
  • 15.  IVANILDO FERNANDES COSTA
  • 15.  MARIA DE FATIMA PESSOA OLIVEIRA
  • 17.  GILSON RODRIGUES FREIRE
  • 17.  JACQUELINE APARECIDA ARAUJO BARBOSA
  • 18.  SONIA MARIA RIBEIRO FERNANDES
  • 18.  MANOEL ASSIS RODRIGUES BORGES
  • 18.  FRANCISCO BELARMINO DE AZEVEDO FILHO
  • 18.  ADRIANA ASSUNÇAO SILVA
  • 18.  JANISE ALVES TORRES
  • 19.  FRANCISCO TAVARES DE SOUZA
  • 19.  MARCOS ANTONIO SILVA
  • 20.  MARIA DE LOURDES ALVES ESCOSSIA
  • 20.  JUAREZ MOURA CAVALCANTE
  • 20.  JUAREZ MOURA CAVALCANTE
  • 20.  MARCILIO CESAR E SILVA
  • 20.  MARCILIO DANTAS TEIXEIRA
  • 21.  NEIL ARMSTRONG DE ALMEIDA
  • 21.  MANOEL CARIOCA MARTINS DE ARAUJO
  • 21.  SANDRO CLAUDIO MARQUES DE ANDRADE
  • 22.  CELDO GOMES CORREIA
  • 22.  FLORA MARIA DE LIMA PEDROSA
  • 22.  CARLOS ALBERTO DE SOUSA
  • 23.  FRANCISCO LEONARDO LEAL FREIRE DOS SANTOS
  • 23.  CARLOS CORREIA DA SILVA
  • 24.  ANTONIA CRISTINA SILVA DAS NEVES
  • 24.  VLADIMIR SERGIO FERNANDES CAVALCANTI
  • 24.  WILSON SILVA DO NASCIMENTO JUNIOR
  • 24.  LIVIO SAMPAIO COLARES
  • 24.  JOSE ALTINO SOLINO DA COSTA
  • 25.  ROSEMBLATT FERREIRA GOMES LIMA
  • 25.  RICARDO VICTOR SOUTO
  • 25.  MANOEL ROCHA DE SIQUEIRA GE
  • 25.  MARIA LUCIA LOPES
  • 26.  ARIDSON BEZERRA LOCIO FILHO
  • 26.  SEVERINA CASADO DE MELO
  • 26.  MARIA JESUINA SOARES WANDERLEY
  • 26.  ARNALDO MARTINS DE SOUZA
  • 26.  EDGARD RODRIGUES DA SILVA
  • 28.  NIZARIO BEZERRA SILVA
  • 28.  MARIA STELLA DA SILVA LUNDBERG
  • 28.  JOSE MENDES JUNIOR
  • 31.  CARLOS MANOEL CAVALCANTI MOURA
  • 31.  JOSE ANTONIO JACINTO FILHO

instagram