Notícias


13 de outubro de 2020

R.A: Frente parlamentar defende incluir atuais servidores, juízes e promotores

A Frente Parlamentar da Reforma Administrativa lançou no dia 08/10, uma série de propostas para incluir no projeto enviado pelo governo ao Congresso em setembro. Os deputados e senadores que fazem parte do grupo defendem a inclusão dos atuais servidores na proposta, já que o texto do governo trata apenas dos futuros servidores.

Os parlamentares também querem incluir os chamados “membros” de poder, como juízes, promotores e procuradores do Ministério Público na proposta. O governo argumenta que não tem competência legal para mudar regras para esses servidores e que isso caberia ao Congresso.

As propostas da frente foram apresentadas nesta quinta-feira, com a presença do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

— A nossa reforma não vem para perseguir, atacar, condenar. Pelo contrário. O nosso desafio é que todos tenham as mesmas oportunidades em relação à qualidade do serviço público — disse Maia.

O presidente da Câmara voltou a defender a regulamentação dos chamados “gatilhos” do teto de gastos, para cortar despesas públicas:

— Não é na receita que a gente vai resolver a renda mínima e o equilíbrio fiscal. É na despesa. O nosso problema é que as nossas despesas crescem mais que a inflação. Nós estamos indo para o precipício todos juntos, se não tivermos coragem de enfrentarmos esse problema.

Após reatar as relações com Maia, Guedes disse a agenda dos dois é a mesma:

— Esse Congresso reformista tem nos apoiado. Muita gratidão ao apoio das reformas ao presidente da Câmara. Nossa agenda é convergente, tem sido inclusive comum.

A reforma administrativa muda a forma contratação de servidores, restringe a estabilidade para as chamadas “carreiras Estado” (que ainda serão definidas), tenta alterar as regras de análise de desempenho, além de extinguir o que o governo considera “privilégios” do funcionalismo, como progressões automáticas de carreira.

A frente ainda propõe a vedação de concessão de licença remunerada para servidores públicos que se candidatem; impedir a concessão de novas aposentadorias vitalícias com salários integrais; defende a necessidade de realização de processo seletivo simplificado ou de pré-qualificados para a maior parte dos cargos de confiança, que não exigem concurso.

Também defende a retirada da proposta do governo a possibilidade de o chefe do Poder Executivo extinguir, transformar ou fundir órgãos da administração direta, indireta, autárquica e fundacional sem análise do Congresso.

Os parlamentares da frente ainda defendem a criação de um órgão central de gestão de pessoas autônomo, para a padronização de diretrizes referentes aos salários, avaliação de desempenho, critérios de progressão e promoção e prática de seleção para cargos comissionados.

— Nós resolvemos criar a frente parlamentar pela iminente necessidade de discutirmos essa reforma tão importante para o país. A melhoria do serviço público do país depende da modernização da gestão pública. Nós temos convicção de que o momento de transformá-lá finalmente chegou — disse o deputado Tiago Mitraud (Novo-MG), presidente da frente parlamentar.

Veja as principais propostas da frente parlamentar:
>Vedação de concessão de licença remunerada para servidores públicos que se candidatem
>Possibilidade de não concessão de abono de permanência para servidores com tempo de se aposentar (mediante desempenho).
>Impedimento de concessão de novas aposentadorias vitalícias com salários integrais, para servidores públicos e membros de Poder.
>Contribuições para o debate do PL 6726/16, que trata do teto remuneratório estabelecido na Constituição, com a definição clara da incidência da lei para garantir sua abrangência.
Além disso, melhor caracterização das verbas indenizatórias para diminuir potenciais conflitos quanto à sua natureza e exigência de comprovação, com atenção especial ao auxílio moradia.
>Estabelecer a regulamentação sobre as hipóteses de perda de cargo com vínculo por prazo indeterminado por Lei Complementar.
>Definir que o desligamento por desempenho do cargo típico de Estado seja regulamentando por Lei Complementar.
>Necessidade de realização de processo seletivo simplificado ou de préqualificados para a maior parte dos cargos em liderança e assessoramento (cargos em comissão).
>Retirada da PEC 32/2020 a necessidade de classificação por desempenho como critério para conclusão do vínculo de experiência.
>Retirada da PEC 32/2020 a caracterização do proposto vínculo de experiência como etapa do concurso público.
>Estabelecer em lei complementar critérios para a regulamentação de contratação de temporários. Inclusão de previsão constitucional para que o ingresso de temporários no serviço público seja por processo seletivo (exceto emergência e calamidade).
>Elaboração de projeto para sugestão ao Executivo de instituição de Órgão Central de Gestão de Pessoas, autônomo e transparente, para a padronização de diretrizes referentes à salários, avaliação de desempenho, critérios de progressão e promoção e prática de seleção para cargos comissionados. Estabelecer novo modelo de governança e de novos métodos de seleção para os concursos (contribuição para o debate do PL 252/2003). Proposições para atualização da legislação relacionada à improbidade administrativa para garantir segurança jurídica e proteção aos bons servidores, sem abrir possibilidades de práticas de má-fé (contribuições para o debate do PL 10887/2018).
>Manutenção da necessidade de Escolas de Governos na União e nos Estados.
>Retirada da PEC 32/2020 a possibilidade de o chefe do Poder Executivo extinguir, transformar ou fundir órgãos da administração direta, indireta, autárquica e fundacional.

Fonte: O Globo

 

Aniversariantes do mês


outubro 2020

  • 01.  MARCOS ANTONIO DA COSTA
  • 01.  CLEA CAMPELO REVOREDO
  • 01.  JOSE BILRO MACHADO
  • 01.  MARIA IRAMA CARDOZO PIRES
  • 02.  MARIA CICERA GOMES DE LIMA
  • 02.  MARIA RAMOS TEIXEIRA SOUZA
  • 02.  ANTONIO EDIVALDO DE SOUZA RIBEIRO
  • 02.  FRANCISCO NEVES FERNANDES
  • 03.  JORGE GOMES DE VASCONCELOS
  • 03.  IVANILDA BERNARDINO DE OLIVEIRA
  • 03.  MARCOS ANTONIO DA COSTA SILVA
  • 03.  ORNILA DE OLVEIRA DIAS
  • 04.  CIRO UCHOA AZEVEDO DE ARAUJO
  • 05.  ADRIANO ALMEIDA RODRIGUES
  • 05.  ANTONIO FRANCISCO VIEIRA CARVALHO
  • 05.  MARIA CELIA DA NOBREGA GUERRA
  • 05.  TARCISIO GADELHA FERNANDES
  • 05.  MARIA FLORENCIA CHAVES DANTAS BARRETTO
  • 05.  MARIA DORIENE DA SILVA MAIA
  • 05.  MAGNA MARIA DIOGENES
  • 05.  EDMILSON ALVES MIRANDA
  • 06.  ALYNE DE OLIVEIRA BAUTISTA
  • 07.  AUREO TAVARES DE ARAUJO FILHO
  • 08.  ROGERIO GARCIA DANTAS
  • 08.  SONIA CAMARGO
  • 08.  JUDSON DA SILVA CORTEZ
  • 09.  FRANCISCO GILMAR FONSECA DE FARIAS
  • 09.  JOSE HELIO SOARES DA SILVA
  • 09.  MAICON EVANDRO DE OLIVEIRA CRUZ
  • 10.  LEVI GOMES
  • 11.  MARIA APARECIDA BANDEIRA
  • 11.  CLAUDIVINO MACARIO DE OLIVEIRA
  • 11.  LUILSON NUNES DE ALMEIDA
  • 12.  ROSANGELA HOLANDA DE OLIVEIRA
  • 13.  ANA MARIA DE FARIAS
  • 14.  JADSON LUIZ UMBELINO DE FARIAS
  • 14.  MARIA DE LOURDES VIDAL DE NEGREIROS
  • 15.  ELITA EDITE XIMENES
  • 15.  MARIA ILZA BEZERRA BARBALHO DE MEDEIROS
  • 15.  ODACYR MEDEIROS DE AGUIAR
  • 15.  GUACY DO LAGO MOURA
  • 15.  CLAUDENER RENATO FERNANDES DOS SANTOS
  • 15.  HERLON EMANUEL RAMOS PAIVA
  • 16.  EDDIE NEYDSON SARAIVA FEIJO
  • 16.  RENIO PALMEIRA DE ARAUJO
  • 17.  LUIZ GONZAGA NETO
  • 18.  ANAILDA PEREIRA DE ARAUJO
  • 18.  ENILDO ALVES GAMA
  • 18.  RANIERY ALVES DE OLIVEIRA
  • 18.  CASSIA MARIA DE SOUSA
  • 18.  MARTA MARIA FAGUNDES GALVAO
  • 18.  GILDEMAR AZEVEDO BARACHO
  • 19.  MARYSE MASSENA MISIEC
  • 21.  MOISES MATTOS DA CONCEIÇAO
  • 21.  OSCAR CAFE FREIRE
  • 21.  TEREZINHA LINS CALDAS
  • 23.  SEBASTIAO CASSIS DA SILVA
  • 23.  CAERLITA LUCENA DE FREITAS
  • 23.  EDSON SEABRA TERCEIRO
  • 23.  HILTON PAIVA DE MACEDO
  • 23.  JOSILENE MACIEL DA SILVA FERNANDES
  • 23.  EDNALDO BARBOSA DE SOUZA
  • 24.  SERGIO BENE FLORENCIO
  • 24.  ECILDA BATISTA DE AZEVEDO
  • 25.  ALEXANDRE LUIZ ARAUJO DE SA
  • 25.  MANOEL SABINO FILHO
  • 25.  MARIA LUIZA CAMARA ALMEIDA
  • 25.  GEORGE CHRISTIAN BASILIO THÓ
  • 25.  ANTONIO MAIRTON M DE OLIVEIRA FILHO
  • 26.  FRANCISCA CANINDE SMITH
  • 26.  SIDNEY PAULA TORQUATO
  • 27.  FRANCISCO SILVA DE SOUSA
  • 27.  JUAN DARBY DE OLIVEIRA MACIEL
  • 28.  MARIA BARROS DA CAMARA AZEVEDO
  • 28.  MARIA WILMA MORAIS DE OLIVEIRA
  • 28.  MARLI ARAUJO DE BARROS
  • 28.  ANA EMILIA BEZERRA DE FARIAS
  • 28.  JOSEBERTO MACIEL TEIXEIRA
  • 28.  ENY BEZERRA DA CRUZ SOUZA
  • 28.  MARIA ELISABETE DANTAS DE OLIVEIRA
  • 28.  MARIA DALVA ANISIA VIANA
  • 28.  JAIRO MARANHAO JUNIOR
  • 29.  SILVIO CESAR RODRIGUES
  • 29.  JOAO NETO BARBOSA
  • 29.  RICARDO HENRIQUE DA FONSECA RODRIGUES
  • 29.  UBIRAJARA DE MACEDO VIRGINIO
  • 30.  MARCOS ANTONIO CASSIANO DA SILVA
  • 31.  CREUZA DE LIMA SILVA PEREIRA
  • 31.  JOSE RINALDO FIUZA LIMA
  • 31.  ROQUE AFONSO DA CUNHA
  • 31.  BARTOLOMEU DE SOUZA ALMEIDA

instagram